Tamanho do texto

A economia japonesa prosseguirá estagnada porque a desaceleração da atividade mundial afeta suas exportações, afirmou o presidente do Banco do Japão (BoJ, central), Masaaki Shirakawa.

"A economia de nosso país atualmente está estagnada, em parte por causa da fragilidade das exportações por obra dos efeitos persistentes do elevado preço da energia e das matérias-primas e de uma desaceleração das economias estrangeiras", declarou Shirakawa.

"É muito provável que economia permaneça estagnada, pois está claro que as economias estrangeiras prosseguem em desacelaração", acrescentou.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Japão registrou no segundo trimestre de 2008 o pior resultado em sete anos, com retrocesso de 0,7% em relação ao trimestre precedente e de 3% em comparação com o mesmo período de 2007.

Muitos economistas consideram que a segunda maior economia mundial já entrou em recessão (definida como dois trimestres consecutivos de retrocesso do PIB em relação ao período imediatamente anterior).

hih/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.