Tamanho do texto

A economia global poderá encolher em 2009, pela primeira vez em décadas, com o aprofundamento da crise internacional, declarou o Instituto de Finanças Internacionais (IIF, sigla em inglês), nesta quinta-feira.

O IFF, uma associação com sede em Washington que representa mais de 375 dos principais bancos mundiais, prevê que a economia global recuará 0,4% em 2009, após crescer 2% este ano.

Essa poderá ser a primeira contração desde que o grupo começou a monitorar a economia global, no início dos anos 1950.

As economias maduras - EUA, Zona Euro e Japão - vão se reduzir em 1,4%, após crescimento de 0,9%, em meio à pior crise financeira desde a Grande Depressão.

As principais quedas entre as economias emergentes incluem Brasil, China, Índia e Rússia.

O IFF estimou também que o crescimento econômico nos mercados emergentes se reduzirá para 3,1% em 2009, depois de chegar a 5,9%, em 2008.

vs/tt/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.