Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Economia e Wall Street pesam, e petróleo nos EUA fecha em baixa

NOVA YORK (Reuters) - Os futuros do petróleo bruto negociados em Nova York fecharam em baixa nesta segunda-feira, caindo depois uma alta inicial que acompanhou a abertura forte de Wall Street. O barril chegou a ser negociado a 50 dólares, mas novas preocupações com a desaceleração da economia pressionaram os futuros da commodity. Na Nymex, o contrato janeiro caiu 1,77 dólar, ou 3,82 por cento, fechando a 44,51 dólares o barril e negociando entre 44,24 e 50,05 dólares.

Reuters |

Foi a primeira vez que o petróleo chegou a ficar acima de 50 dólares, o maior valor intradia desde que os futuros chegaram a 50,25 dólares no dia 2 de dezembro.

Em Londres, o contrato janeiro do petróleo Brent caiu 1,81 dólar para 44,60 dólares o barril, sendo negociado entre 44,25 e 49,96 dólares. O contrato janeiro do Brent vence na terça-feira.

O petróleo havia se valorizado com a queda do dólar para sua mínima em dois meses frente ao euro e com as expectativas de que a Opep cortaria a produção novamente em seu encontro na quarta-feira.

"O mercado ainda está fixado na perda da demanda e no pensamento de que se a Opep tiver sucesso em elevar os preços através de cortes na produção, a demanda possa sofrer ainda mais", disse Dominick Chirichella, sócio do Energy Management Institute.

"Estamos em um cabo de guerra, e o mercado não pode decidir se cai com as ações ou se sobe com o enfraquecimento do dólar", disse Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch and Associates em Galena, no Estado de Illinois.

(Reportagem de Robert Gibbons)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG