Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Economia da Europa pode encolher 2% este ano

A Europa chega a constatações assustadoras: os três últimos meses de 2008 foram catastróficos para a economia da região, a crise está sendo mais profunda que todos imaginavam e o Velho Continente pode sofrer por mais tempo que a própria economia dos Estados Unidos, país onde a turbulência surgiu. Hoje, a Comissão Europeia irá rever seus números de crescimento.

Agência Estado |

Alguns analistas já apontam que a UE pode encolher em até 2% em 2009.

A Espanha admite que entra em sua pior recessão em 50 anos e o Reino Unido passará a fazer parte da lista dos países que terão suas economias encolhidas em 2009, com seu pior resultado em 28 anos. Em novembro, a UE estimou que a economia da região cresceria apenas 0,1% em 2009. Hoje, todos admitem que os números não condizem com a realidade. "O último trimestre de 2008 foi catastrófico em todos os sentidos", afirmou o comissário de Indústria da UE, Guenter Verheugen. Falando a uma rádio alemã, Verheugen alertou que os dados que serão anunciados hoje revelam que a recessão será mais longa do que se esperava. "Infelizmente, entramos em uma recessão ainda mais profunda", disse Verheugen.

O temor na Europa é de que as medidas contra a crise já estão se esgotando e a situação continua sombria. A partir de hoje, os ministros de Finanças da Europa se reúnem para tentar debater as novas evidências de que a crise está provando ser mais profunda. Ontem, o ministro de Finanças da Espanha, Pedro Solbes, advertiu que seu país já tinha adotado "todas as medidas" para frear a crise. A Espanha deve sofrer uma queda de 1,6% em seu PIB em 2009. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG