Rio de Janeiro, 10 set (EFE).- A economia brasileira cresceu 6% no primeiro semestre do ano em relação ao mesmo período de 2007, resultado que supera todas as previsões tanto oficiais quanto privadas, anunciou hoje o Governo.

O crescimento anualizado do Produto Interno Bruto (PIB) também foi de 6%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

O crescimento semestral foi o maior dos últimos quatro anos e superior também ao do primeiro semestre de 2007 (4,9%).

Para o IBGE, o crescimento entre janeiro e junho foi impulsionado principalmente pelo setor industrial, cuja produção teve uma expansão de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o setor de serviços cresceu 5,3%, enquanto a agropecuária 5,2%.

Para este ano o Governo e os economistas particulares esperam um aumento de 4,8% do PIB.

Em 2007 a economia cresceu 5,4%, seu melhor desempenho desde 2004, quando chegou a 5,7%.

Segundo o IBGE, o crescimento no segundo trimestre foi de 1,6% em relação ao primeiro de 2008, e de 6,1% em comparação ao segundo de 2007, impulsionado pela agropecuária (3,8%), serviços (1,3%) e indústria (0,9%).

No primeiro trimestre a economia brasileira cresceu 5,9% em comparação ao mesmo período do ano passado e 0,8% em relação ao último de 2007.

Em valores, o PIB foi de R$ 716,921 bilhões no segundo trimestre.

No primeiro, este valor tinha sido de R$ 665,726 bilhões.

O desempenho da economia foi favorecido principalmente pelo aumento de 5,4% do investimento, que acumulou oito trimestres consecutivos de crescimento.

A taxa de investimento no trimestre chegou a 18,7% do PIB, seu maior nível desde que começou a ser medida em 2000.

Em comparação ao primeiro trimestre, a economia cresceu impulsionada pelo consumo das famílias, que aumentou 1%, enquanto o do Governo subiu 0,3%.

Quanto à demanda externa, as exportações de bens e serviços cresceram 8,5% no segundo trimestre em comparação ao primeiro, e as importações aumentaram 8,4%. EFE cm/ev/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.