Tamanho do texto

Buenos Aires, 19 mar (EFE).- O Produto Interno Bruto (PIB) da Argentina cresceu apenas 0,9% em 2009, depois de seis anos consecutivos de incrementos a uma taxa de 8% na média, segundo dados oficiais divulgados hoje.

O Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec) indicou em um relatório que o PIB do país registrou uma alta anualizado de 2,6% no quarto trimestre do ano passado.

Na comparação entre o terceiro e quarto trimestre de 2009, a economia registrou uma melhora de 1,9%.

O Orçamento Nacional do ano passado fixava um crescimento econômico de 4%, 3,1 pontos percentuais mais que o resultado informado hoje pelo Indec.

Analistas privados que desconfiam dos números do Indec asseguram que a economia argentina fechou o ano passado com uma contração de 3,5% a 4%, com o que quebrou seis anos consecutivos de crescimento a taxas que oscilaram entre 7% e 8,5%.

Para 2010, tanto o orçamento oficial como o Banco Central da Argentina preveem um crescimento de 2,5%. EFE alm/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.