Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

É urgente a necessidade de aprovação de um plano de resgate, diz Paulson

Washington, 29 set (EFE).- O secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, destacou hoje que é necessário aprovar o mais rápido possível um plano de resgate para o sistema financeiro, depois de a Câmara de Representantes (Baixa) ter rejeitado sua proposta.

EFE |

Em declarações feitas na Casa Branca, onde esteve reunido com o presidente George W. Bush, Paulson se disse "muito decepcionado" com o "não" dos congressistas ao pacote, mas reafirmou que seguirá colaborando com o Legislativo para elaborar "um plano que proteja o sistema financeiro".

Lembrou que nos últimos dias o sistema financeiro sofreu "significativas turbulências" e que os mercados se encontram sob pressão, o que afeta tanto empresas que necessitam de crédito para pagar seus funcionários ou comprar provisões como a própria população em geral, pois há menos dinheiro nos bancos disponível para empréstimos.

"Há muito trabalho a ser feito, mas o que está em jogo é muito importante como para simplesmente deixá-lo fracassar", sustentou Paulson, com a voz notavelmente rouca.

O secretário do Tesouro indicou que até o momento o sistema bancário está agüentando bem a crise, se forem levadas em conta as pressões que recaem sobre o próprio.

Paulson reiterou sua disposição em colaborar com os órgãos reguladores e em usar todas as ferramentas disponíveis para proteger os "mercados financeiros e a economia".

Bush, Paulson e o vice-presidente, Dick Cheney, estiveram em contato telefônico com legisladores até momentos antes da votação para pressioná-los sobre a necessidade de aprovação do projeto de lei, sem o qual a Casa Branca advertiu que a economia do país pode sofrer conseqüências gravíssimas.

No entanto, o projeto final foi descartado por 228 votos a 205.

EFE mv/fr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG