Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

É preciso reforçar aliança produtiva, avaliam Lula e Cristina Kirchner

SÃO PAULO - Os presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e da Argentina, Cristina Kirchner, defenderam nesta segunda-feira a necessidade de reforçar a aliança produtiva entre os dois países para aproveitar o que chamaram de oportunidade histórica que a situação econômica mundial oferece.

Valor Online |

Os dois estiveram presentes na abertura de seminário para empresários organizado para discutir as potencialidades da aliança comercial entre argentinos e brasileiros.

"Nossos países atravessam uma etapa de crescimento e comunhão inédita. Temos uma visão comum sobre a necessidade de uma aliança produtiva para aprofundar o crescimento que os dois países estão experimentando", sustentou Cristina Kirchner frente a uma platéia de quase mil empresários.

Lula assegurou, por sua vez, que Argentina e Brasil não têm divergências e pediu para deixar de lado os interesses setoriais. "Necessitamos conversar mais, diminuir a burocracia na Argentina e Brasil, não permitir que os interesses de um setor impeçam acordos estratégicos. Assim não iremos para frente", observou.

Ele completou que é preciso fortalecer as pequenas e médias empresas como verdadeiros motores de integração entre os países. Repetiu várias vezes a necessidade de união e trabalho conjunto para melhorar a economia da região.

Lula chegou a Buenos Aires no início da noite de ontem, acompanhado por quase 300 empresários brasileiros.

Leia mais sobre Argentina

Leia tudo sobre: argentina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG