O governo estuda incluir produtos primários, como grãos e carnes, na política de drawback verde-amarelo, que permite o desconto de impostos federais pagos na compra, no mercado interno, de matérias-primas e componentes de mercadorias vendidas ao exterior. A regra atual vale apenas para os produtos industriais.

A medida aumentaria a competitividade ao setor agrícola, um dos grandes responsáveis pelas exportações do País, que tem sido afetado pela falta de crédito resultante da crise financeira internacional.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.