SÃO PAULO - As praças acionárias dos Estados Unidos reagem à declaração do presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, e avaliam dados econômicos americanos e o quadro nas bolsas no exterior. Ontem, em entrevista a um programa de TV, Bernanke comentou que a economia dos EUA deve começar a recuperar-se em 2010. Ao mesmo tempo, os investidores analisam a queda de 1,4% na produção industrial americana no mês passado. Muitos economistas esperavam uma leitura negativa de 1,3%.

Além de implicar o quarto mês seguido de recuo na atividade fabril, a marca apurada foi a menor desde abril de 2002.

Minutos atrás, o Dow Jones avançava 1,10%, para 7.303,15 pontos. O S & P 500 subia 1,22%, alcançando 765,79 pontos. O Nasdaq, contudo, recuava 0,54%, ficando em 1.423,72 pontos.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.