Tamanho do texto

Por Leah Schnurr NOVA YORK (Reuters) - O índice Dow Jones fechou no nível mais baixo em seis anos nesta quinta-feira, à medida que temores de investidores de que bancos pudessem ser nacionalizados levaram suas ações ao patamar mais fraco em 17 anos e um aumento do número de pessoas recebendo auxílio-desemprego para um nível recorde alimentou preocupações sobre o aprofundamento da recessão.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York recuou 1,19 por cento, para 7.465 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 1,71 por cento, para 1.442 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 1,20 por cento, para 778 pontos.

Depois de várias sessões em baixa esta semana, as blue chips romperam nos últimos negócios deste pregão o patamar de fechamento de 20 de novembro, anulando um avanço do final do ano passado apoiado nas esperanças de que um novo presidente pudesse lidar com êxito com a recessão.

O Nasdaq teve o pior desempenho dos três principais índices depois de perspectivas decepcionantes da Hewlett-Packard Co, derrubando suas ações em quase 8 por cento e arrastando outros papéis de empresas de tecnologia. A Hewlett-Packard, maior fabricante mundial de computadores, que alertou esperar que as condições de mercado continuem fracas, também foi a que mais pesou negativamente no Dow Jones.

As ações de grandes bancos tombaram com preocupações sobre planos do governo para eliminar ativos ruins de seus registros. O índice bancário KBW caiu para seu menor nível desde 1992, puxado por uma queda de 14 por cento dos papéis do Bank of America

"Parece que há um 'cheiro' no ar de que estamos nos movendo para cada vez mais próximos da nacionalização (bancária), que efetivamente acabaria com os acionistas", disse Paul Nolte, diretor de investimento na Hinsdale Associates, em Hinsdale, Estados Unidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.