Nova York, 26 abr (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, de referência em Wall Street, fechou hoje o primeiro pregão da semana praticamente estável, com uma queda de 0,83 pontos (0,01%), aos 11.

Nova York, 26 abr (EFE).- O índice Dow Jones Industrial, de referência em Wall Street, fechou hoje o primeiro pregão da semana praticamente estável, com uma queda de 0,83 pontos (0,01%), aos 11.205,11 pontos. Já o índice seletivo S&P 500 caiu 5,23 pontos e fechou em baixa de 0,43%, aos 1.212,05 pontos. Por sua vez, a bolsa eletrônica Nasdaq, que também tem sua sede em Nova York, diminuiu 7,2 pontos (0,28%), atingindo 2.522,95 pontos. Essa tendência pouco clara em Wall Street ocorre depois de serem divulgados resultados empresariais que sinalizam a recuperação das empresas americanas, mas também depois de divulgada a decisão do Governo de vender títulos que possui do Citigroup. Uma das companhias que surpreendeu positivamente os analistas foi a Caterpillar, que fechou o primeiro trimestre do ano com um lucro de US$ 233 milhões (US$ 0,36 por ação), frente a perdas de US$ 112 milhões no mesmo período de 2009. Com esse resultado, a maior fabricante de maquinaria pesada do mundo registrou aumento de 4,17%, liderando os papéis em alta do Dow Jones. A Caterpillar foi seguida de muito longe pela Dupont (1,82%), General Electric (1,21%), 3M (0,99%), Walt Disney (0,68%), HP (0,67%), Procter & Gamble (0,63%), IBM (0,57%) e Microsoft (0,48%) No extremo oposto dos componentes do Dow Jones, as maiores quedas foram da Travelers (-2,74%), JP Morgan Chase (-2,34%), Bank of America (-2,06%) e American Express (-1,89%). As quedas do Dow Jones foram motivadas pela decisão do Departamento do Tesouro de vender até US$ 1,5 bilhão de ações que possui do Citigroup, dentro de um plano para se desfazer dos 27% de participação que tem nesse banco, um dos mais afetados pela crise econômica. Os títulos do Citigroup, que já não pertence ao Dow Jones, caíram hoje 5,14% e fecharam valendo US$ 4,61. O dólar se valorizou perante o euro e a dívida pública americana em dez anos chegou a uma rentabilidade de 3,8%. EFE mgl/sa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.