P 500 e Nasdaq terminam no azul - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dow Jones fecha em baixa, mas S P 500 e Nasdaq terminam no azul

SÃO PAULO - Depois de avançarem significativamente com o socorro do governo americano às montadoras General Motors (GM) e a Chrysler, as bolsas de Nova York encerraram com trajetórias divergentes nesta sexta-feira. A queda de ações de petrolíferas e bancos impediu que todos os índices encerrassem o pregão final da semana em território positivo.

Valor Online |

O Dow Jones inverteu o rumo de alta e fechou com queda de 0,30%, aos 8.579 pontos. O Standard & Poor´s 500 fechou aos 887 pontos, com ganho de 0,29%. O eletrônico Nasdaq subiu 0,77%, para 1.564 pontos.

A euforia predominou em boa parte do pregão devido à liberação de US$ 17,4 bilhões que devem desafogar a General Motors (GM) e a Chrysler. Uma primeira ajuda, no valor de US$ 13,4 bilhões será dada quase que imediatamente e outros US$ 4 bilhões em janeiro. As ações da GM subiram 22,68% (US$ 4,49) e as da Ford ganharam 3,87% (US$ 2,95).

Já no setor bancário, as ações do Bank of America caíram 1,07% (US$ 13,81), as do Citigroup cederam 5,52% (US$ 7,02) e as do Morgan Stanley fecharam em queda de 4,81% (US$ 15,45). As baixas foram justificadas por rebaixamento de notas de risco feito pela Standard & Poor´s hoje.

Com o contrato mais líquido de petróleo fechando a US$ 33,87 em Nova York, as ações da Chevron caíram 2,99% (US$ 70,85) e as da Exxon Mobil tombaram 2,57% (US$ 75,02). O vencimento do contrato de janeiro teve forte apelo para a baixa do preço, mas também influenciam as cotações o ceticismo dos agentes em relação ao efeito do corte de produção da Opep e a alta das reservas americanas de óleo cru.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG