Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dow Jones fecha em alta pela 8ª sessão seguida

O índice Dow Jones fechou em alta pela oitava sessão seguida, renovando a máxima em 17 meses, impulsionado por compras seletivas de ações blue chips. Por outro lado, o mercado mais amplo ficou quase estável, com os investidores mostrando alguma relutância depois do recente movimento de alta e na véspera do quadruple witching, vencimento simultâneo de contratos de índices futuros de ações, índices de opções de ações, opções de ações e futuros de ações.

Agência Estado |

O Dow Jones subiu 45,50 pontos (0,42%) e fechou com 10.779,17 pontos - seu melhor nível desde 1º de outubro de 2008. As componentes industriais do índice lideraram os ganhos, com destaque para Boeing (2,15%) e 3M (1,81%). O setor ganhou impulso do relatório do Fed da Filadélfia que apontou uma nova melhora na atividade industrial da região - considerado um espelho do cenário nacional.

A Hewlett-Packard também contribuiu para dar suporte ao Dow, com uma alta de 0,96%, depois da companhia ter fechado um acordo judicial com fabricantes de cartuchos de tinta para impressoras.

Contudo, o fraco desempenho das financeiras limitaram os ganhos do Dow: Bank of America -1,10%, JPMorgan -0,34% e American Express -0,02%. Segundo observadores, essas perdas refletem o continuado nervosismo dos investidores sobre como o setor deverá ser afetado pelas propostas de reforma regulatória em discussão no Congresso dos EUA.

"A questão regulatória é uma grande incerteza, eu penso que as primeiras indicações eram um pouco mais benignas", disse Ed Crotty, executivo-chefe de investimento da Davidson Investment Advisors. "Tem havido algum renovado entusiasmo na tentativa de impor regras mais duras sobre as companhias financeiras, mas eu estou otimista de que no final as cabeças frias vão prevalecer", acrescentou.

Entre as notícias do dia, a inflação ao consumidor ficou estável em fevereiro em comparação com janeiro, enquanto o ganho médio semanal real caiu 0,2% no mesmo período. O futuro da Grécia continua em suspenso, mas parece que os gregos estão cada vez mais inclinados em buscar socorro do FMI, caso não obtenha o desejado suporte dos parceiros europeus.

O Nasdaq Composite subiu 2,19 pontos (0,09%) e fechou com 2.391,28 pontos. O S&P-500 caiu 30,56 pontos (0,41%) e fechou com 7.443,57 pontos. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG