SÃO PAULO - Os investidores mostram-se cautelosos nesta terça-feira em Wall Street depois de uma sessão de avanços em que influenciou a notícia de que o governo americano decidiu intervir nas companhias hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac. Existe a expectativa com relação a dados econômicos que serão conhecidos logo mais.

O petróleo é assunto do dia uma vez que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) tem reunião em Viena para decidir se corta ou não a oferta.

O ministro saudita do Petróleo, Ali al-Naimi, já manifestou, porém, que o mercado de petróleo está equilibrado e que os estoques se encontram em um nível saudável. Já Chakib Khelil, presidente da Opep, anunciou que a organização vai manter seu nível de produção atual. A Opep produz atualmente 32,77 milhões de barris por dia - muito mais que o total das cotas atribuídas a cada um dos 12 países membros submetidos a este sistema, que não inclui o Iraque.

Há instantes, o Dow Jones operava com aumento de 0,37%, aos 11.553,24 pontos. O Nasdaq tinha acréscimo de 0,64%, somando 2.284,25 pontos. O S & P 500, porém, verificava ligeira baixa, de 0,03%, aos 1.267,42 pontos.

Ontem, o Dow Jones subiu 2,58% e o Nasdaq teve elevação de 0,62%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.