SÃO PAULO - Os investidores e operadores nos mercados acionários dos Estados Unidos avaliam os planos da administração Barack Obama para ajudar proprietários de imóveis em dificuldades e o caso das montadoras no país. Na terça-feira, a General Motors (GM) e a Chrysler submeteram ao governo dos EUA seus planos de reestruturação, que contam com corte de pessoal, entre outras medidas. Ambas aproveitaram para pedir mais recursos federais.

Os agentes digerem ainda dados econômicos dos EUA, como a queda da produção industrial em janeiro, e a notícia de enxugamento da força de trabalho da Goodyear.

Minutos atrás, o Dow Jones declinava 0,14%, para 7.540,42 pontos. O Nasdaq cedia 0,02%, aos 1.469,32 pontos. O S&P 500 tinha queda de 0,25%, aos 787,19 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.