SÃO PAULO - A Dow Chemical não fechará a compra de US$ 15,3 bilhões da Rohm & Haas na terça-feira, data final prevista no acordo. Em comunicado divulgado nesta segunda-feira, a empresa comentou que os eventos recentes introduziram incertezas inaceitáveis tanto em nível financeiro como econômico na fusão.

Entre os fatores citados, estão a turbulência nos mercados de crédito e o fim de uma joint-venture proposta entre a Dow e uma empresa de petróleo do Kuwait.

"A Dow permanece interessada nas discussões para encontrar uma solução para completar a compra da Rohm & Haas, mas os eventos recentes tornaram a conclusão impossível neste momento", sustentou o executivo-chefe da Dow, Andrew N. Liveris, em nota.

A Rohm & Haas avisou, por sua vez, que "pretende buscar todas as alternativas disponíveis" para proteger o interesse dos acionistas.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.