O grupo químico americano Dow Chemical anunciou nesta segunda-feira o fechamento de 20 usinas e uma redução de 11% do número de funcionários em todo o mundo para se adaptar à crise econômica.

O grupo eliminará 5.000 empregos do quadro de funcionários e 6.000 postos interinos, informa um comunicado.

"As fábricas fechadas estão todas situadas em países com altos custos de produção", acrescentou o grupo, sem citar nomes.

A Dow Chemical também venderá diversas atividades consideradas não estratégicas.

O grupo espera reduzir assim seus custos operacionais em 700 milhões de dólares ao ano. Este objetivo se soma às sinergias de custos de 800 milhões de dólares alcançadas após a integração da nova filial de química especializada Rohm and Haas.

fga/jb/lm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.