Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dona da L¿Oréal é suspeita de sonegação na França

Proprietária da gigante de cosméticos L¿Oréal, a bilionária francesa Liliane Bettencourt, de 87 anos, está no centro de uma crise política no governo francês

AE |

Proprietária da gigante de cosméticos L¿Oréal, a bilionária francesa Liliane Bettencourt, de 87 anos, está no centro de uma crise política no governo francês. Suspeita de sonegar impostos, a empresária teria sido beneficiada pelo ministro do Trabalho, Eric Woerth, que teria feito vistas grossas às fraudes fiscais.

Um dos mais importantes nomes do governo de Nicolas Sarkozy, o ministro é casado com Florence Woerth, executiva de um gabinete que gerenciava a fortuna da empresária. Enquanto o ministro pode ser obrigado a se demitir, a bilionária anunciou sua disposição de saldar suas dívidas. O caso movimenta a política francesa há cerca de duas semanas. O escândalo teve início com a revelação, pelo site francês Mediapart, de escutas clandestinas de conversas de Liliane, realizadas por um de seus funcionários entre maio de 2009 e maio de 2010.

Nas gravações, a bilionária menciona a existência de duas contas na Suíça e nas Ilhas Seychelles, não declaradas ao fisco francês, pelas quais teriam sido movimentados centenas de milhões de euros. As gravações revelam ainda doações de campanha a nomes como o do presidente Nicolas Sarkozy e o da ministra da Educação, Valérie Pécresse.

Além disso, Liliane evoca vários outros políticos do país, entre os quais "um amigo", o então ministro do Orçamento, também responsável pela receita fiscal, Eric Woerth, e sua mulher, Florence, desde 2007 executiva do escritório Clymène, que gerencia a fortuna da empresária. A bilionária ainda não se manifestou à imprensa sobre o caso e limitou-se a informar que se dispõe a pagar os eventuais impostos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: ECONOMICO-ECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG