Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Domínio do inglês dá mais oportunidades

Domínio do inglês dá mais oportunidades Por Marcus Vinícius Brasil São Paulo, 17 (AE) - Lembra daquele curso de inglês que você nunca chegou a terminar? Quando procuramos por alguém, é necessário que essa pessoa possua no mínimo um nível avançado de inglês, afirma Ercília Vianna, da consultoria Foco. Além da dificuldade de encontrar candidatos com boa formação técnica e domínio de ferramentas específicas, as consultorias de recursos humanos apontam a falta de um bom nível de inglês como um dos principais problemas na hora de contratar gente nova.

Agência Estado |

Segundo Vianna, "em alguns casos você encontra gerentes e diretores de grandes empresas de tecnologia com cerca de 40 funcionários em sua cadeia de comando sem ter um nível nem próximo do avançado no idioma".

"Em TI (tecnologia da informação), muitas vezes encontramos profissionais com boas qualificações, que têm tudo para serem contratados. Mas eles acabam perdendo a vaga por não possuírem um bom conhecimento de inglês", continua.

O domínio do segundo idioma permite ainda que o profissional ligado a áreas de tecnologia trabalhe no esquema de "outsourcing offshore", um tipo de terceirização de prestação de serviços entre empresas de diferentes países.

Já o domínio de um terceiro idioma, além do português e do inglês, pode significar um passaporte para trabalhar em outros países. "Quando o sujeito é bom e ainda fala um terceiro idioma, além do inglês e do português, ele acaba sendo contratado por multinacionais para prestar serviço em subsidiárias fora do Brasil", diz Guilherme Brandão, da Michael Page. "O que complica ainda mais a situação, já que não temos profissionais suficientes", afirma.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG