Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar recua pelo 2º dia e atinge menor cotação desde 19 de janeiro

SÃO PAULO - Na cola do mercado externo de câmbio, o dólar perdeu força para o real pelo segundo dia, e voltou a se distanciar do patamar de R$ 1,80. Com mínima de R$ 1,767 e máxima de R$ 1,783, a moeda americana fechou o dia em baixa de 0,50%, a R$ 1,771 na compra e a R$ 1,773 na venda. Esta foi a menor cotação desde o dia 19 de janeiro, quando a divisa valia R$ 1,772.

Valor Online |

Ontem, o dólar comercial já havia recuado 0,33%, para R$ 1,8782. Na semana, a moeda acumula queda de 0,78% e, no mês, já perde 1,88%. No acumulado do ano, a divisa segue com valorização de 1,72%.

Na roda de "pronto" da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o dólar caiu 0,51%, para R$ 1,7700. O volume recuou de US$ 49,5 milhões, na terça-feira, para US$ 32,75 milhões hoje. Já os negócios no interbancário diminuíram de US$ 3,6 bilhões para US$ 2 bilhões, no mesmo período.

Em leilão de compra de dólar no mercado à vista, realizado pelo Banco Central (BC), a taxa de corte correspondeu a R$ 1,7714.

O superintendente de tesouraria do Banco Banif, Rodrigo Trotta, ressalta que o movimento da moeda foi natural, tendo em vista a valorização apresentada pelo euro.

No Brasil, como acontece toda a quarta-feira, o Banco Central (BC) mostrou a movimentação do mercado de câmbio. Na primeira semana de março, de 1 a 5, o fluxo cambial estava negativo em US$ 1,205 bilhão. A instituição ainda retirou outros US$ 797 milhões por meio de leilões de dólar.

O saldo líquido no mercado ficou negativo em US$ 2,002 bilhões no período. Apesar disso, a moeda americana recuou 1,11% do dia 1 a 5 deste mês.

Nesta quinta-feira, o mercado deve voltar as atenções à divulgação da balança comercial dos Estados Unidos, referente a janeiro, e aos dados semanais de pedidos de seguro-desemprego no país.

(Beatriz Cutait | Valor)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG