Tamanho do texto

SÃO PAULO - Após três sessões de queda, a moeda americana iniciou os negócios desta quarta-feira no terreno positivo, mas reduziu os ganhos depois da divulgação do indicador relativo ao mercado de trabalho dos Estado Unidos. Com mínima de R$ 1,782 e máxima de R$ 1,795, há pouco, o dólar comercial subia 0,05%, transacionado a R$ 1,781 na compra e a R$ 1,783 na venda. Na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), a moeda com vencimento em abril recuava 0,63%, a R$ 1,7915.

Ontem, o dólar comercial teve queda de 0,88%, a R$ 1,782. A divisa acumula baixa de 2,7% nas três últimas sessões.

Nesta manhã, a ADP, empresa que processa folhas de pagamento, revelou que o setor privado dos Estados Unidos eliminou 20 mil empregos entre janeiro e fevereiro deste ano, em uma base ajustada sazonalmente. Segundo o estudo, o enxugamento apurado no mês passado foi o menor desde fevereiro de 2008.

Em janeiro, o setor privado suprimiu 60 mil postos de trabalho, em vez de 22 mil, como o informado originalmente.

Os dados servem como uma prévia do levantamento que será divulgado na sexta-feira pelo governo americano, juntamente com a taxa de desemprego.

O operador de renda fixa e câmbio do Banco Modal, Luiz Eduardo Portella, ressalva que os números da ADP, que vieram em linha com o previsto, não poderão dar uma indicação de como virá o dado sobre o mercado de trabalho dos EUA, por não terem captado os efeitos do inverno rigoroso que afeta o país.

"O dólar está operando muito em função do mercado externo. Hoje tivemos a Grécia anunciando um novo pacote e o mercado está melhorando", ressaltou.

A Grécia planeja novos cortes de gastos no valor de 4,8 bilhões de euros, com redução do pagamento de bônus para funcionários públicos e aumento do Imposto sobre o Valor Agregado (IVA), para 21%, na tentativa de tirar o país de uma grande crise financeira, de acordo com representantes do governo.

O primeiro-ministro grego George Papandreou espera que as medidas deem um espaço para o governo tomar emprestado estimados 5 bilhões de euros no mercado de títulos nos próximos dias.

O euro e a libra operavam em alta em relação ao dólar. No mercado acionário, a Bovespa também registrava ganhos.

(Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.