Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar muda de direção após leilão do BC e sobe 0,97%, a R$ 2,389

SÃO PAULO - A semana começou de forma instável no mercado de câmbio, com a formação da taxa oscilando entre o sinal externo de dólar mais barato e a expectativa de saída de recursos ao longo da semana. A divisa estrangeira registrava leve baixa ante o real até a atuação do Banco Central no mercado à vista, quando ofertou dólares a R$ 2,365 nos 10 minutos finais de pregão. Com isso, os últimos negócios foram bastante instáveis e depois do ajuste final o dólar comercial apontava alta de 0,97%, negociado a R$ 2,387 na compra e R$ 2,389 na venda.

Valor Online |

Na roda de "pronto" da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), a divisa teve valorização de 0,93%, fechando a R$ 2,387. O giro financeiro somou US$ 140,5 milhões.

Segundo a diretora da AGK Corretora de Câmbio, Miriam Tavares, a semana deveria concentrar grande volume de operações de câmbio em função dos feriados de final de ano, mas os exportadores e importadores seguem de fora do mercado. "Tradicionalmente seria o momento de as empresas fecharem contratos e melhorar fluxo de caixa", avalia.

Tal percepção da especialista fica confirmada pelo reduzido volume de negociação no mercado interbancário: o giro foi de apenas US$ 812 milhões hoje. Em um dia considerado "fraco" o movimento costuma passar, pelo menos, de US$ 1 bilhão.

A diretora também avalia que o ritmo de saída de recursos deve continuar pouco acentuado e que as tesourarias estão apostando com perspectiva positiva para o dólar no começo de 2009.

No mercado externo, chama atenção a forte valorização do euro e da libra ante a moeda norte-americana. Uma das justificativas é a esperada redução de juros nos Estados Unidos, mas, para Miriam, os investidores estão apenas ajustando suas posições para o encerramento do ano.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG