Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar fecha em queda, a R$ 1,619, com alta da Bolsa

O dólar operou em baixa em relação ao real durante todo o dia, apesar de no mercado externo a moeda norte-americana ter oscilado ante o euro, com um viés de alta à tarde. A firme valorização da Bovespa levou os investidores a reforçarem suas apostas na queda do dólar no mercado futuro, o que afetou o comportamento da moeda no mercado à vista, disse um operador.

Agência Estado |

Outro profissional afirmou que o fluxo cambial positivo ao País, embora mais fraco que o de ontem, contribuiu ainda para o declínio das cotações.

O dólar comercial recuou 0,49% e fechou cotado a R$ 1,619, menor valor desde o dia 11. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar negociado à vista cedeu 0,52%, para R$ 1,6185. Às 16h50 (de Brasília), o euro caía 0,15%, a US$ 1,4748. O giro financeiro total à vista caiu 62%, para cerca de US$ 2,653 bilhões.

Às 16h41, a Bovespa subia 3,40%. Os investidores voltaram a comprar ações, estimulados por notícias de que o governo chinês prepara um pacote de estímulo à economia do país. A alta do petróleo também deu impulso às ações da Petrobras e à Bolsa, disse um analista. Em Nova York, o petróleo subiu 0,39%, a US$ 114,98 por barril.

No mercado de dólar futuro da BM&F, os sete vencimentos negociados voltaram a projetar taxas mais baixas. O contrato de dólar para setembro indicou recuo de 0,40%, a R$ 1,624.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG