Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar fecha em baixa, a R$ 2,20; Bovespa vira e recua 3,92%

O dólar fechou em forte baixa nesta quinta-feira pelo segundo dia consecutivo, após quatro sessões seguidas de alta. Contribuem para a queda do dólar os leilões da moeda americana realizados pelo Banco Central. A Bovespa, que passou a maior parte do dia em alta, oscilou e passou a cair após às 16h.

Redação com Agência Estado |

 

Acordo Ortográfico Na mínima registrada hoje, a moeda norte-americana desvalorizava mais de 5%, sendo cotada a R$ 2,16. Fechou, porém, com queda de 3,97%, cotado a R$ 2,203.

Ontem, a moeda cedeu 1,38%. A alta acumulada no mês, porém, ainda é 15,72% - o dólar comercial encerrou setembro valendo R$ 1,902.

O Banco Central realizou nesta tarde leilão de swap cambial tradicional, em que vendeu 18.650 contratos, no total de US$ 911 milhões. Neste tipo de operação, a autoridade monetária tem posição vendedora em câmbio e compradora em taxa de juros, o que injeta recursos no mercado, colaborando para a depreciação do dólar.

Com a operação desta quinta, o BC realiza leilões de venda de swap cambial pelo quarto dia consecutivo nesta semana.

De acordo com o BC, foram vendidos 3,1 mil contratos para 1/12/2008, com taxa nominal de 11,89% e linear de 11,42%. A cotação mínima ficou em 98,3772. Para esse lote, a oferta inicial era de 7.150 contratos. No lote a vencer em 2/01/2009, foram colocados 15.550 contratos, com taxa nominal de 11,22% e linear de 10,791%. A cotação mínima ficou em 97,5440. Nesse vencimento, foram ofertados 27.550 swaps.

Além disso, pela manhã o BC realizou venda direta de dólares ao mercado, sem compromisso de recompra. A autoridade monetária vendeu dólar à taxa de corte de R$ 2,171, por volta das 10h35. Ontem, pela primeira vez desde fevereiro de 2003, a autoridade monetária retomou este tipo de operação no mercado cambial, ao realizar três leilões de venda direta da moeda americana.

Na quarta-feira, após cinco anos, o Banco Central vendeu dólar à vista pela primeira vez. A autoridade monetária realizou três leilões de venda de dólares ao mercado, sem compromisso de recompra. Operações desse tipo não eram feitas desde março de 2003.

Bovespa

Esta quinta-feira prenunciava um dia de recuperação técnica na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), depois de cinco pregões seguidos de quedas fortes, elevando para 22% as perdas registradas no mês de outubro.

A Bovespa seguia o clima de alívio registrado no mercado externo e operava em alta desde a abertura dos negócios. Por volta das 16h, porém, o índice, que antes subia mais de 4%, desacelerou e passou a cair. Perto do fechamento, aprofundou as perdas e encerrou o dia aos 3,92%, operando aos 37.080 pontos.

Nova York

As bolsas de Nova York fecharam em baixa hoje, com destaque para a queda de 6,48% do índice Dow Jones Industrial, que, pela primeira vez desde agosto de 2003, ficou abaixo dos 9.000 pontos. 

 

Mais notícias:

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

 

Leia mais sobre dólar

Leia tudo sobre: dolardólar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG