SÃO PAULO - Completamente à parte das perdas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) e da instabilidade externa, a moeda norte-americana voltou a perder valor ante o real. O dólar fechou a sexta-feira perto da estabilidade, com queda de 0,06% e cotado a R$ 1,562.


A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registra forte baixa nesta tarde, influenciada principalmente pelas ações das duas maiores empresas brasileiras, Petrobras e Vale. O Ibovespa, principal índice da bolsa paulista, cedia 2,87% por volta das 16h30, para os 57.597 pontos.

Os papéis da Vale ocupavam o topo do ranking de maiores desvalorizações do índice, uma carteira teórica com mais de 60 ações. No horário citado, Vale ON desabava 7,06% e Vale PNA cedia 6,32%. As perdas do papel ON hoje já superam os fortes ganhos de quarta-feira, quando a ação avançou 6,77% - Vale PNA subiu 6,69% naquele dia.

Petrobras também apresentava queda acentuada, com o papel PN em baixa de 3,79% e o ON com declínio de 3,94%. As perdas se dão apesar da alta do petróleo nos mercados internacionais.

Na Bolsa Mercantil de Nova York, o petróleo encerrou o dia em cerca de US$ 125 por barril, com alta de 0,74% (dado preliminar). Em Nova York, o índice Dow Jones caía 0,37% no horário citado, enquanto o Nasdaq cedia 0,52% e o S&P-500 recuava 0,47%.

Leia também:


Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.