Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar dispara e fecha a R$ 2,238; Bovespa volta a oscilar

O dólar fechou com valorização de 5,32%, cotado a R$ 2,238. Já os investidores negociavam com cautela na Bovespa, sinalizando correção de preços dos ativos financeiros após a alta da véspera.

Redação com agências |

 

O Banco Central anunciou mais um leilão de dólar no mercado pronto, na tentativa de conter a apreciação da moeda americana, que pode pressionar as taxas de inflação no País.

A divisa está desde cedo bastante apreciada e os agentes mencionam a pressão que vem dos contratos futuros da moeda negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F). O vencimento de novembro registra alta de 6,22%, projetando a moeda a R$ 2,255.

Mais cedo, o BC já havia realizado outro leilão, de swap cambial, operação em que a autoridade monetária assume posição vendedora em dólar e compradora em taxa de juro. Na operação, foi vendido o lote integral de 10 mil contratos de swap. A colocação equivale a US$ 500,1 milhões. Esta foi a décima segunda sessão consecutiva em que o BC vendeu contratos de swap cambial.

Analistas financeiros acreditam que a valorização do dólar nesta jornada é exagerada. Outras moedas de países emergentes também estão sofrendo desvalorização frente ao dólar. Para Alexandre Horstmann, diretor de gestão da Meta Asset Management, assim como o real era a moeda emergente mais favorecida pela confiança e pela liquidez global, num cenário que se inverte essa tendência é natural que o real seja também a divisa que mais sofre.

Os agentes concordam que essa tendência global está dando o tom das negociações nesta jornada, mas concordam também que pode estar havendo um forte nível de arbitragem da moeda por meio do mercado futuro. Desde o fechamento de ontem, os contratos de o dólar negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM & F) estão se valorizando mais do que a moeda a vista, o que força também a alta no mercado pronto.

Bovespa

Após mostrar sinais de recuperação puxada pelas ações da Vale e da Petrobras, o índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) voltou a oscilar perto da estabilidade.

Por volta das 17h15, o índice caía 0,24%, aos 39.346 pontos.

O petróleo, que ontem fechou acima de US$ 74 o barril, hoje volta a operar em baixa, na faixa dos US$ 72 o barril em Nova York, com os investidores à espera da reunião de emergência da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) na sexta-feira (dia 24).

Além disso, o mercado acompanha com atenção os balanços de empresas americanas a serem divulgados. A lista de divulgação é longa e inclui nomes de peso como Yahoo, Apple, Pfizer, 3M, Caterpillar, Dupont, entre outros. São os balanços que estão puxando o movimento de realização indicado pelos índices futuros em Nova York.

(Com informações da Agência Estado e Valor Online)

Mais notícias

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

Leia tudo sobre: dolar bovespa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG