Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar comercial é negociado estável a R$ 2,103

O dólar comercial começou o dia em leve alta de 0,33%, negociado a R$ 2,11 no mercado interbancário de câmbio e logo em seguida mostrava estabilidade, a R$ 2,103. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar negociado à vista estava cotado a R$ 2,10 às 10h10, em baixa de 0,19%.

Agência Estado |

Ontem o dólar comercial havia encerrado as negociações em queda pelo quarto dia seguido, a R$ 2,103.

O corte de juros menor do que o pretendido pelo mercado na taxa básica de juros do Japão (de 0,5% para 0,3% ao ano) e certa apreensão em relação à divulgação de índices da economia americana hoje, relacionados ao consumo e confiança do consumidor, interromperam o otimismo que os mercados globais vinham demonstrando. Mas não é só de fatores internacionais que vive o mercado doméstico de câmbio nesta manhã de sexta-feira.

Sem tirar o olho do cenário externo, os investidores em câmbio têm diversos acontecimentos para monitorar. Hoje é dia de formação da Ptax (taxa de referência) que liquidará os contratos futuros de dólar com vencimento em novembro na BM&F e, desde ontem, as movimentações em torno das rolagens de posição afetam os negócios. Além disso, há informações não oficiais de que a Aracruz está operando para zerar sua exposição em contratos derivativos cambiais.

Porém, não se espera pressões tão fortes quanto as vistas recentemente. Até porque, paralelamente a todos os acontecimentos externos e à definição da Ptax, continua a ação agressiva do Banco Central. Hoje está agendando leilão para a venda de até 30 mil contratos de swap cambial tradicional com três vencimentos. Segundo o BC, a oferta soma valor equivalente a cerca de US$ 1,5 bilhão. Ontem, o presidente do BC, Henrique Meirelles, disse que os leilões de dólares específicos para alimentar Adiantamento de Contratos de Câmbio (ACC) e Adiantamento sobre Cambiais Entregues (ACE) serão intensificados na próxima semana.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG