A alta do dólar no mercado cambial brasileiro se ampliou nesta tarde, em sintonia com o recuo da Bovespa. Segundo um operador, os investidores no mercado doméstico estão operando com foco na retração da economia global, especialmente nos Estados Unidos.

As bolsas em Nova York também estão em baixas acentuadas e o dólar oscila em leve alta ante o euro e o iene e em baixa ante a libra.

Às 14h50, o dólar comercial atingiu a cotação máxima do dia até então, de R$ 2,398, em elevação de 3,13%. Às 15h14, desacelerava para R$ 2,388 (alta de 2,71%).

A Bovespa atingiu a mínima aos 33.300,11 pontos, em queda de 2,33%, e, depois das 15 horas, recuava 1,30%, aos 33,649,75 pontos. Em Nova York às 15h01, o euro caía a US$ 1,2591; a libra subia 0,98%, a US$ 1,50935; e o dólar avançava a 96,76 ienes. O índice de ações Dow Jones declinava 2,25%, o S&P500 recuava 3,02% e o Nasdaq cedia 3,11%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.