Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar comercial dispara 3,62% na abertura a R$ 2,118

O dólar comercial abriu em forte alta hoje, de 3,62%, cotado a R$ 2,118 no mercado interbancário de câmbio e, instantes após a abertura, ampliava a alta para 4,01%, a R$ 2,126. Na última sexta-feira (dia 3), a moeda americana fechou em alta de 1,14%, a R$ 2,044, na maior cotação desde agosto do ano passado.

Agência Estado |

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista disparava 6,48%, a R$ 2,17, na taxa máxima do dia até as 10h20 (de Brasília), após abertura em forte alta, de 3,93%, a R$ 2,118.

A permanência da crise de liquidez e confiança e seu alastramento na Europa devastam os mercados financeiros globais na manhã de hoje. Os negócios são afetados também pela percepção de que a melhora conseguida com a aprovação do pacote de auxílio aos bancos nos Estados Unidos foi mínima, já que o consenso é de que as medidas não evitarão a recessão na maior economia do planeta.

Por aqui, o mercado vai continuar monitorando os impactos da falta de crédito internacional na liquidez doméstica. Desde o fim da semana passada aumentaram os temores internos sobre essa questão. O reconforto é a postura do Banco Central (BC), que tem tomado medidas para irrigar o sistema, como leilões de venda de dólares e liberação de compulsórios. E o presidente da instituição, Henrique Meirelles, confirmou que isso e mais pode ser feito para minimizar os impactos da crise externa na economia nacional, que até pouco tempo viva um de seus melhores momentos históricos. Mas para alguns, a ação do BC tem sido tímida.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG