Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar comercial avança 3,41% e supera R$ 2,60

O dólar ampliou a apreciação ante o real nesta tarde, enquanto o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, reafirmava que a autoridade monetária não possui uma meta para o câmbio. O dólar comercial era cotado a R$ 2,605 às 14h44, em alta de 3,41%.

Agência Estado |

A taxa era a maior do dia até então. Na BM&F, o dólar negociado à vista subia 3,79%, para R$ 2,602, também a maior cotação da sessão.

Meirelles disse nesta tarde, durante almoço promovido pela Associação Brasileira da Indústria Eletroeletrônica (Abinee), que "o Banco Central não tem meta para a taxa de câmbio, nem defende cotações específicas". Segundo ele, a atuação da autoridade monetária visa apenas a corrigir distorções na formação de preços em função de problemas de liquidez do mercado.

Nesta manhã, o BC realizou duas dessas atuações, com leilões de venda direta da moeda americano ao mercado. No segundo leilão, no fim da manhã, os dólares foram vendidos à taxa de corte de R$ 2,548, enquanto o dólar comercial era cotado a R$ 2,573.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG