Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar comercial abre em queda de 0,55% a R$ 1,629

O dólar comercial abriu em baixa de 0,55% hoje, cotado a R$ 1,629 no mercado interbancário de câmbio. Na sexta-feira (dia 15), a moeda americana fechou em alta de 0,68%, a R$ 1,638.

Agência Estado |

O dia parece ser de realização no mercado internacional de moedas. Aproveitando a agenda fraca e com pouco potencial para dar rumo aos negócios, os investidores desfazem-se de dólares o que garantem fôlego às demais moedas, no rastro da melhora no preço das commodities. A avaliação dos especialistas, porém, é de que o movimento é pontual e não muito intenso.

Frente ao real, nada deve ser diferente. A escalada externa do dólar tem sido acompanhada por aqui e o ajuste de hoje também tende a encontrar eco nas mesas domésticas. Até porque, os indicadores nacionais são favoráveis. Dois dados de inflação divulgados no início da manhã - IPC-S e IGP-10 - mostraram desaceleração considerável na inflação. O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) até 15 de agosto variou 0,34%. O Índice Geral de Preços 10 (IGP-10) oscilou 0,38%.

Um fator merece monitoração dos mercados: a tempestade tropical Fay, que atravessa a área central de Cuba e pode virar um furacão antes de atingir a península da Flórida. A Royal Dutch Shell já retirou funcionários de algumas de suas operações no Golfo do México como medida de precaução, mas a produção da empresa não foi afetada.

Vale registrar que a pesquisa Focus captou altas nas projeções para a taxa de câmbio doméstica, mas muito pequenas a despeito do forte ajuste recente do dólar. Isso mostra que ainda não há maiores preocupações e apostas do mercado em inversão forte na tendência do câmbio. Para o fim de 2008, a projeção da taxa de câmbio saiu de R$ 1,60 para R$ 1,61. Para o fim de 2009, a taxa passou de R$ 1,71 para R$ 1,72.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG