Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar comercial abre em alta de 1,12% a R$ 2,262

O dólar comercial abriu em alta de 1,12% hoje, cotado a R$ 2,262 no mercado interbancário de câmbio. Ontem, a moeda norte-americana fechou em baixa de 0,49%, a R$ 2,237.

Agência Estado |

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista abriu com a mesma cotação e variação apresentada pelo dólar comercial na abertura dos negócios desta terça-feira.

Esta terça-feira promete grandes e importantes decisões. Está prevista a votação no Senado norte-americano da proposta de estímulo econômico, a partir das 15 horas (de Brasília). Uma hora antes, às 14 horas (de Brasília), o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, apresenta o plano para estabilização do sistema financeiro, que deve deixar de fora a criação do "banco ruim". E os mercados resolveram esperar a concretização desses assuntos em tom de cautela. Primeiro porque um desfecho favorável foi antecipado nos últimos dias. Segundo porque o ambiente de negócios de hoje é contaminado por informações de que os bancos russos poderiam estar enfrentando problemas.

Segundo o jornal japonês Nikkei, os bancos russos estão pedindo que o governo pressione as instituições estrangeiras a reescalonar empréstimos avaliados em até US$ 400 bilhões. A notícia teve forte impacto no mercado internacional de moedas, que castigou o euro e outras divisas europeias durante as negociações do mercado asiático. Porém, o presidente da Associação de Bancos Regionais Russos, Anatoly Aksakov, citado na reportagem do Nikkei, desmentiu as informações e houve uma recuperação. Ainda assim, o mercado ficará de olho.

Por aqui, não estão previstos destaques capazes de alterar o rumo das negociações e as primeiras transações apontam que o clima no mercado interno continua mais ameno do que no exterior. Os operadores ressaltam que as perspectivas de fluxo positivo mantêm-se firmes.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG