Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar comercial abre em alta de 0,65% a R$ 2,17

O dólar comercial abriu em alta hoje de 0,65%, cotado a R$ 2,17 no mercado interbancário de câmbio. Na última sexta-feira (dia 31), a moeda americana subiu 2,52% e encerrou outubro a R$ 2,156, com uma valorização de 13,3% no mês passado, a maior alta mensal desde fevereiro de 1999.

Agência Estado |

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista subia 0,56%, a R$ 2,17, na mesma cotação da abertura.

Às vésperas da eleição presidencial nos Estados Unidos, os mercados financeiros operam com tom positivo hoje, porém moderado. Até porque, no noticiário se não há novas preocupações, também não existem motivos para comemorações. Entre os destaques do dia estão os dados da atividade industrial na Europa e na China. Na zona do euro (15 países europeus que compartilham a moeda), a atividade industrial caiu às mínimas em 11 anos. Na China, a contração do setor também mostrou recuo pelo terceiro mês consecutivo.

Ainda assim, o euro encontra fôlego para subir ante o dólar e tende a impulsionar o real na abertura das transações domésticas. Até porque, o Banco Central segue em ação. A autoridade monetária faz hoje leilão para a venda de até 22 mil contratos de swap cambial tradicional com três vencimentos. Segundo o BC, a oferta soma valor equivalente a cerca de US$ 1,1 bilhão. Serão três lotes: até 14 mil contratos para 2 de fevereiro de 2009; até 4 mil swaps para 1º de abril de 2009 e até 4 mil contratos para 1º de julho de 2009. As propostas poderão ser encaminhadas à autoridade monetária das 12h45 às 13 horas e o resultado será divulgado a partir das 13h15.

Na agenda do dia, tem atividade industrial também nos Estados Unidos, às 13 horas, e gastos com construção. Por aqui, saem os dados da balança comercial de outubro. Na pesquisa Focus divulgada esta manhã pelo BC, como esperavam os economistas, o mercado fez mais um ajuste para cima nas estimativas para a cotação do dólar ante o real. A taxa para fim deste ano saiu de R$ 1,95 para R$ 2,00. Para o fim de 2009, o valor pulou de R$ 1,90 para R$ 2,00.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG