Tamanho do texto

Por José de Castro SÃO PAULO (Reuters) - O ambiente mais favorável ao apetite por risco patrocinou a terceira sessão seguida de queda do dólar ante o real nesta terça-feira, em meio à expectativa de ajuda da União Europeia à Grécia.

Analistas também citaram que o mercado já está se antecipando a ingressos de recursos oriundos de ofertas de ações na bolsa brasileira. Um fluxo positivo de operações de exportação também foi notado.

O dólar recuou 0,83 por cento, a 1,783 real na venda. Na véspera, a divisa encerrou abaixo de 1,80 real pela primeira vez em pouco mais de cinco semanas.

"O que a gente vê é um cenário bom para commodities, bolsas (de valores) e moedas. Todo um quadro positivo lá fora está ajudando na queda do dólar aqui", disse Jorge Knauer, gerente de câmbio do Banco Prosper, no Rio de Janeiro.

Nesta sessão, expectativas de que o governo grego estaria avançando em direção a um acordo com a UE alimentaram otimismo e o apetite por risco. Divisas de países emergentes, como o rublo e o rand sul-africano subiam no final da tarde, bem como as principais bolsas de valores.

Moacir Marcos Júnior, operador de câmbio da Finabank, ressaltou que a apreciação das commodities estimulou a entrada de recursos advindos de exportadores, o que ajudou a reforçar a queda do dólar. No final da tarde, o índice CRB de matérias-primas subia mais de 1 por cento.

Em meio ao viés positivo, os investidores seguiram desmontando apostas no avanço da moeda norte-americana no mercado futuro. De acordo com dados da BM&FBovespa, os não-residentes reduziram as posições compradas para 1,639 bilhões de dólares na véspera, ante 3,933 bilhões de dólares na sexta-feira.

OFERTAS DE AÇÕES

No curto prazo, participantes do mercado avaliam que as ofertas de ações poderão manter o dólar em baixa, já que boa parte da demanda nessas operações é estrangeira.

"O fato de o dólar ter rompido o suporte técnico de 1,80 real e de haver perspectivas de entradas no curto prazo indicam que a moeda deve continuar caindo", considerou Knauer, do Banco Prosper.

A oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) da companhia de estaleiros OSX, por exemplo, pode movimentar até quase 10 bilhões de reais. BR Properties, com volume máximo de 1,7 bilhão de reais, e Gafisa, com giro estimado em até 1,1 bilhão de reais, também estão na lista de ofertas de ações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.