Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar cai a R$ 1,588 com fluxo positivo e Bovespa

A moeda americana fechou o dia em queda em relação ao real. O dólar comercial cedeu 0,38%, para R$ 1,588.

Agência Estado |

Na Bolsa de Mercadorias & Futuros, o dólar negociado à vista recuou 0,47% e encerrou a sessão com a menor cotação do dia, de R$ 1,587. O recuo mais acentuado das cotações no fim da sessão acompanhou a melhora pontual das bolsas em Wall Street por volta das 16 horas, em meio à maior queda em dólares do petróleo desde 1991. A Bovespa também beneficiou-se desses ganhos pontuais dos índices acionários norte-americanos e renovou a pontuação máxima do dia durante a tarde. Às 17h19, o Ibovespa subia 0,48%. O fluxo cambial favorável e expectativas de novos ingressos financeiros ampararam ainda o declínio para o nível de R$ 1,58 e o aumento dos negócios. O giro financeiro total à vista cresceu 22,55%, para cerca de US$ 3,783 bilhões.

Na plataforma eletrônica de câmbio à vista da BM&FBovespa foram realizados 34 negócios neste segundo dia de operação do novo sistema, com um volume financeiro de US$ 60,250 milhões, melhor que o anterior de US$ 3,5 milhões, informou a assessoria de imprensa da bolsa. As cotações oscilaram 0,57%, da mínima de R$ 1,589 à máxima de R$ 1,598. Segundo operadores, algumas instituições ainda não participaram das negociações na plataforma eletrônica por causa de problemas técnicos, que dificultam o acesso desses participantes. Já na sessão viva-voz de dólar à vista da BM&F foram contabilizados 81 negócios, com um giro de US$ 434 milhões.

Em Nova York, o contrato futuro de petróleo com entrega em agosto terminou a sessão em queda de 4,44%, ou US$ 6,44, a US$ 138,74 o barril. Trata-se da maior queda em dólares desde janeiro de 1991. Com isso, as bolsas em Wall Street subiram momentaneamente, mas logo em seguida voltaram a recuar.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG