Tamanho do texto

SÃO PAULO - A maior instabilidade externa no final da tarde e a intensificação das perdas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não impediram que o dólar perdesse valor ante o real, mas seguraram a moeda acima do patamar de R$ 1,600.

O dólar comercial fechou negociado a R$ 1,601 na compra e R$ 1,603 na venda, leve baixa de 0,12%. Na terça-feira, a moeda fechou a R$ 1,605, ganho de 0,50%.

Bovespa

O petróleo renovou seu preço máximo histórico nesta tarde, influenciando negativamente as Bolsas de Nova York e, por tabela, a Bolsa de Valores de São Paulo. Às 15h52, o Ibovespa, principal índice, cedia 2,50%, aos 61.809 pontos, depois de chegar a cair 2,86%.

Em Nova York, o Dow Jones perdia 0,50%, o Nasdaq perdia 1,23% e o S&P-500 recuava 0,64%.

No pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York, o petróleo chegou a ser negociado hoje a US$ 143,91 por barril, em alta de 2,09%, superando a máxima histórica anterior (US$ 143,67, atingida na segunda-feira).

Com informações do Valor Online e Agência Estado

Leia mais sobre Bovespa - dólar

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.