Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar amplia queda e é cotado abaixo de R$ 2,20

O dólar comercial ampliou a baixa em relação ao real, apresentada desde a abertura dos negócios hoje, e passou a ser negociado abaixo de R$ 2,20. A moeda americana intensificou a queda após novo leilão de venda direita de dólares, realizado esta manhã pelo Banco Central.

Agência Estado |

Às 10h50 (de Brasília), o dólar comercial caía 4,17%, a R$ 2,185, no mercado interbancário de câmbio. Na taxa mínima do dia até o momento, o dólar comercial foi negociado a R$ 2,178 (-4,47%). Na abertura dos negócios hoje, a moeda americana exibiu baixa de 3,38%, a R$ 2,203. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista era negociado a R$ 2,175, em baixa de 4,61%, também na taxa mínima do dia.

Por volta das 10h35 (de Brasília), o Banco Central interveio no mercado de câmbio, anunciando leilão de venda direta de dólares, sem compromisso de recompra. A autoridade monetária vendeu dólar à taxa de corte de R$ 2,171.

Ontem, pela primeira vez desde fevereiro de 2003, a autoridade monetária retomou este tipo de operação no mercado cambial, ao realizar três leilões de venda direta da moeda americana.

Hoje à tarde, o BC irá realizar leilão para venda de até 34,7 mil contratos de swap cambial tradicional, em que a autoridade monetária tem posição vendedora em câmbio e compradora em taxa de juros. As ofertas serão encaminhadas à autoridade monetária das 12h45 às 13 horas e o resultado será divulgado a partir das 13h15. Todos os horários são de Brasília.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG