Depois de subir por quatro dias consecutivos em relação ao real, o dólar ampliou o sinal de baixa ante a moeda brasileira apresentado logo na abertura dos negócios hoje, sinalizando que o mercado doméstico de câmbio deve devolver parte dos ganhos recentes. Às 11h39 (de Brasília), o dólar comercial caía 1,54%, cotado a R$ 1,787 no mercado interbancário de câmbio, na taxa mínima do dia até o momento.

Na abertura, a moeda americana exibiu baixa de 0,77% a R$ 1,799. No mesmo horário, na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista era negociado em baixa de 1,38%, a R$ 1,789.

Até o momento, o Banco Central não interveio no mercado de câmbio, com o anúncio do leilão de compra de dólares. Ontem, a autoridade monetária decidiu interromper a compra da moeda americana no mercado - operação que acontecia ininterruptamente desde o dia 5 de outubro do ano passado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.