O dólar tem um início de negócios com muita oscilação nesta quinta-feira.

Por volta das 9h45, a moeda americana tinha alta de 0,08%, cotada a R$ 2,477. Já por volta das 9h55, o dólar operava em queda de 0,36%, cotado a R$ 2,466.

Ontem, o dólar subiu 3,47% e fechou a R$ 2,475.

Agenda

Nesta quinta-feira, as atenções estão voltadas para a Europa, onde o Banco Central Europeu (BCE) e o Banco da Inglaterra (BoE) divulgam suas decisões de política monetária. Também será apresentada uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre.

É esperado que o BCE corte a taxa de juros da zona do euro em 0,5 ponto percentual, dos atuais 3,25% ao ano para 2,75%. Na Inglaterra, a ação deve ser mais incisiva, com o BoE diminuindo o juro de 3% para 2% ao ano. Na reunião de novembro, a autoridade monetária britânica surpreendeu reduzindo o custo do dinheiro em 1,5 ponto percentual.

Por aqui, a agenda reserva para as vendas de carros apuradas pela Anfavea e para os indicadores industriais da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os dois indicadores devem ajudar a montar um melhor quadro sobre o ritmo de desaceleração da economia brasileira.

Nos Estados Unidos, atenção para as encomendas à indústria no mês de outubro. A previsão aponta para retração de 4% a 4,5%, seguindo uma baixa de 2,5% em setembro. Os investidores também recebem os dados sobre os pedidos semanais por seguro-desemprego.

A sexta-feira reserva o relatório sobre o mercado de trabalho nos EUA e é esperada alguma decisão dos congressistas americanos sobre o pedido de ajuda de US$ 34 bilhões feito pelas montadoras. No Brasil, foco no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de novembro.

Leia também

Para saber mais

Serviço 

Opinião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.