F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar abre em alta de 4,24% a R$ 2,459 na BM F

O primeiro negócio de câmbio à vista na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) registrou hoje forte alta do dólar, de 4,24%, com a moeda americana cotada a R$ 2,459, às 9h30. Ontem o dólar havia fechado a R$ 2,359 na BM&F, nos contratos de liquidação à vista.

Agência Estado |

Se a relação do dólar com o real se mantiver atrelada ao desempenho da moeda norte-americana no exterior, o dólar deve se manter em alta nesta manhã. Depois de bater US$ 1,47 ontem, o euro está na casa de US$ 1,40 nesta manhã, com forte desvalorização, de mais de 1,65%. A queda da divisa européia ainda é uma reação à informação, do início da tarde de ontem, de que o Banco Central Europeu (BCE) vai cortar sua taxa sobre os depósitos em euro, de 2% para 1,5%.

Já na relação com o iene, a moeda japonesa, que tem menos impacto no mercado de câmbio brasileiro, o dólar segue perdendo fôlego, a despeito dos esforços do Banco do Japão, que reduziu sua taxa básica de juros de 0,3% para 0,1% ao ano, em resposta à medida do Federal Reserve dos EUA, que derrubou o juro norte-americano para o nível de zero a 0,25% nesta semana.

Para o decorrer do dia, no entanto, o mercado de câmbio doméstico vai acompanhar o fluxo de recursos. É época de remessa de lucros e dividendos pelas empresas multinacionais ao exterior e de baixa liquidez, o que mantém as cotações sensíveis e voláteis. Ainda mais que as incertezas quanto ao cenário de 2009 continuam grandes.

Mas para os otimistas, a captação externa de recursos feita ontem pelo México pode ser motivo para venda de dólares. O país conseguiu fazer uma bem-sucedida captação internacional, de US$ 2 bilhões. E o Brasil está tão bem visto ou até mais, entre os investidores internacionais, o que pode permitir avaliações de que não devem faltar recursos para o País, ainda que em volumes inferiores aos registrados antes do agravamento da crise internacional. Uma prova disso é que a companhia aérea TAM conseguiu captar a terceira parcela de um total de US$ 525 milhões, que precisou para financiar a importação de aviões.

O Banco Central realiza hoje mais um leilão para a rolagem dos contratos de swap cambial tradicional que vencem em 2 de janeiro de 2009. Segundo comunicado do BC ao mercado, serão ofertados até 22.000 contratos de swap cambial de três vencimentos diferentes. A oferta soma valor equivalente a US$ 1,1 bilhão.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG