F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar abre em alta de 1,76% a R$ 2,544 na BM F

A surpresa positiva com o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no terceiro trimestre deste ano pode mexer com outros ativos, mas no mercado doméstico de câmbio há variáveis específicas que devem pesar mais. Os destaques devem ser o leilão de rolagem de contratos de swap cambial do Banco Central e o fluxo de recursos.

Agência Estado |

As saídas continuam prevalecendo e, com a queda nas posições compradas em dólar dos bancos, ocorrida durante o mês de novembro, o dólar fica mais sensível à alta diante das demandas por compra. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar abriu a sessão de negócios hoje em alta de 1,76%, cotado a R$ 2,544, no contrato de liquidação à vista.

Os especialistas, no entanto, não descartam volatilidade, o que, aliás, vem sendo a maior marca dos mercados em tempos de crise e incerteza como os atuais. No exterior, o dia começou positivo, com as principais bolsas em alta. O euro recuava 0,30% ante a moeda norte-americana, a US$ 1,2836, às 9h49.

Embora os dados macroeconômicos continuem apresentando um quadro de deterioração das condições econômicas - hoje saiu a produção de manufaturas no Reino Unido, que caiu 1,4% em outubro ante setembro e a economia do Japão registrou contração mais intensa no terceiro trimestre do que o inicialmente estimado pelo governo do país - as notícias sobre constantes esforços dos diversos governos de países desenvolvidos e emergentes continuam dando alento aos negócios. Um dos destaques é a informação de que o Congresso dos EUA e a Casa Branca avançaram um pouco nas negociações em torno do pacote de socorro às três grandes montadoras do país (General Motors, Ford e Chrysler).

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG