Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar abre em alta de 1,35%, negociado a R$ 2,325

O dólar comercial abriu as negociações hoje no mercado interbancário de câmbio em alta de 1,35%, cotado a R$ 2,325. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), em contratos de liquidação à vista (em dois dias úteis), a moeda americana iniciou a sessão de hoje em alta de 1,48% a R$ 2,33, mas às 10h02 era negociado a R$ 2,32 (alta de 1,05%).

Agência Estado |

A queda nos preços de matérias-primas (commodities) no mercado internacional e o viés desfavorável nas principais bolsas globais nesta manhã devem servir como argumento para nova apreciação do dólar ante o real. "A tendência é manter a alta", avalia um gerente de câmbio em São Paulo. A agenda de indicadores e eventos é relativamente fraca no exterior, enquanto no cenário doméstico o Banco Central realiza leilão de dólar com recompra futura. Ontem, a autoridade monetária realizou o seu primeiro leilão de venda direta da moeda norte-americana no mercado à vista em 2009 após a cotação da divisa atingir R$ 2,329 - na máxima do dia.

Relatório de uma instituição financeira europeia avaliou que enquanto o Banco Central intervir significa que o fluxo líquido de dólares para o país é negativo. Para o primeiro trimestre de 2009, o banco espera saídas líquidas da ordem de US$ 5,8 bilhões.

Na operação que realiza hoje, o BC ofertará dólares com compromisso de recompra em três vencimentos: 2 de março de 2009, 1º de abril de 2009 e 4 de maio de 2009. O volume a ser repassado aos bancos será definido pelo BC de acordo com as propostas apresentadas.

O operador da tesouraria de um banco de investimentos em São Paulo ainda chamou a atenção para o fortalecimento externo do dólar em relação a outras moedas internacionais. "O quadro é parecido com o de ontem, o dólar valorizando-se no exterior e bolsas para baixo, e o mercado pode adotar uma dinâmica semelhante", avalia. "Vai depender do fluxo e do apetite dos investidores", pondera.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG