F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar abre em alta de 1,14% a R$ 2,215 na BM F

Dando seqüência ao ambiente de volatilidade e instabilidade típico de momentos de crise, os mercados amanhecem com tom negativo, depois de terem comemorado o pacote de estimulo à economia da China. Hoje, o tema das preocupações é a saúde corporativa.

Agência Estado |

O primeiro negócio de câmbio à vista fechado no pregão da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), por volta das 9h15, teve o dólar cotado a R$ 2,215, alta de 1,14% em relação a ontem.

Despertada pela concordata da segunda maior rede de lojas de produtos eletrônicos dos Estados Unidos, a Circuit City, a preocupação sobre a saúde das empresas alimenta-se de sinais de fraqueza em outras corporações e setores. Entre os exemplos citados pelo mercado estão a GM, a Ford e outras que cortam o quadro de pessoal ou dão férias coletivas, explicitando o arrefecimento econômico. No Japão, as falências tiveram alta de 13,7% em outubro.

Apesar de ser feriado hoje nos EUA, as bolsas de valores funcionam normalmente naquele país. Os índices futuros registravam perdas, seguindo o compasso visto na Ásia e na Europa. O dólar operava em pequena queda ante o euro, a US$ 1,2736. Por aqui, o mercado de moedas deve perder liquidez afetado pelo feriado norte-americano e tende a absorver o clima negativo.

Na agenda, o habitual leilão de swaps cambiais do Banco Central. A oferta é de até 10 mil contratos, com apenas um vencimento: 2 de fevereiro de 2009. Segundo o BC, a oferta soma cerca de US$ 500 milhões. As propostas poderão ser encaminhadas à autoridade monetária das 12h45 as 13 horas e o resultado será divulgado a partir das 13h15.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG