F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar à vista sobe 2,42% a R$ 2,332 na BM F

O dólar é negociado em alta nas primeiras transações de contratos de liquidação à vista realizadas na abertura do pregão na Bolsa de Mercadorias & Futuros. A moeda teve o primeiro negócio acertado a R$ 2,32, alta de 1,89%.

Agência Estado |

Às 9h32, ganhou impulso e avançava 2,42% para R$ 2,332.

Depois que os problemas com o crédito subprime (de risco elevado de inadimplência) nos Estados Unidos surgiram, as avaliações dos analistas, primeiro, eram de que haveria uma crise, restrita aos EUA e que provocaria uma retração da maior economia do planeta que rapidamente seria superada. O colapso do crédito foi se estendendo e as perspectivas foram ajustadas: o desaquecimento econômico atingiria todo o mundo desenvolvido, mas os países emergentes se sairiam bem. Posteriormente, passou a se falar não mais em desaquecimento, mas em recessão nos EUA, Japão e Europa, e a previsão era de que durasse pouco tempo. Os emergentes entraram na berlinda: passariam a ser atingidos, mas em menor intensidade. Agora, com os números do encolhimento já em mãos, a preocupação é de que a recessão seja duradoura. Assim, os mercados continuam sendo castigados e o fundo do poço continua sem identificação.

Hoje, o pessimismo é alimentado pelos resultados das empresas, o que arrasta as bolsas para baixo. Na Europa, as bolsas operavam em baixa de mais de 1% nesta manhã. Os índices futuros do mercado acionário norte-americano seguiam o mesmo ritmo. O petróleo, em queda, está cotado em média a US$ 55 o barril nesta manhã.

Ontem, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, informou que até o último dia 14 a injeção de dólares no mercado por meio da realização de leilões de swap cambial foi de US$ 30 bilhões. Para empréstimos voltados a linhas de comércio exterior os recursos somam US$ 4,1 bilhões. No caso de vendas de dólares com compromisso de recompra o total é de US$ 5,8 bilhões e para o mercado à vista, de US$ 6,1 bilhões.

Haverá novos leilões hoje. O BC ofertará até 10 mil contratos de swap cambial com vencimento em 2 de fevereiro de 2009, equivalente a US$ 500 milhões. Fará também o leilão para comércio exterior, de até US$ 1,5 bilhão. Além disso, rolará parte dos contratos de swap que já colocou em mercado nas últimas semanas. Depois de pesquisa de demanda, ontem, o BC anunciou que dará início, hoje, à rolagem dos US$ 5,37 bilhões que vencem em 1º de dezembro de 2008. Serão ofertados até 73,1 mil contratos de swap cambial para quatro vencimentos. A oferta equivale a valor de cerca de US$ 3,655 bilhões.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG