amp;F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar à vista abre estável a R$ 1,601 na BM amp;F

O primeiro contrato de câmbio à vista no pregão da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) foi fechado hoje a R$ 1,601 por dólar, estável em relação ao último negócio de ontem à tarde. No cenário externo, a terça-feira amanheceu tensa.

Agência Estado |

As bolsas européias, que fecharam no positivo ontem, antes do humor azedar e derrubar os índices de Nova York e vários outras praças, incluindo a brasileira, operam no negativo. O alívio vem do petróleo, que recua, cotado abaixo de US$ 140 o barril no pregão eletrônico da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês).

A fonte do nervosismo hoje no mercado externo é o temor com o sistema financeiro, de onde surgiram novas notícias negativas ontem. À tarde, veio a informação de que as agências de crédito imobiliário americanas Fannie Mae e Freddie Mac precisarão ampliar seu capital em até US$ 75 bilhões. À noite, o banco californiano IndyMac Bancorp anunciou o fechamento de sua divisão de hipotecas. E hoje começa nos Estados Unidos a temporada de balanços financeiros do segundo trimestre, com a apresentação dos números da gigante de alumínio Alcoa, o que tende a ser mais um componente de volatilidade.

O mercado doméstico de câmbio vai, antes de mais nada, prestar atenção na reação da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) a essa dinâmica internacional. A saída de investidores estrangeiros do mercado acionário doméstico tem tido forte influência nas cotações do dólar e as pressões de alta só não têm sido fortemente percebidas porque há um movimento de redução das posições compradas dos bancos, segundo especialistas.

Leia tudo sobre: dolar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG