amp;F - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dólar à vista abre em alta de 0,12% a R$ 1,612 na BM amp;F

O dólar à vista abriu em alta de 0,12% hoje, cotado a R$ 1,612 na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). Ontem, a moeda norte-americana fechou em alta de 0,44%, a R$ 1,61.

Agência Estado |

 

O feriado do Dia da Independência nos Estados Unidos permite um dia de maior tranqüilidade nos mercados internacionais hoje. No mercado de câmbio, a perspectiva de que novas notícias negativas não surjam hoje e a sinalização dada ontem pelo Banco Central Europeu (BCE) de que a elevação do juro da região em 0,25 ponto porcentual, para 4,25% ao ano, já deve ser suficiente, dão fôlego de alta ao dólar ante as principais moedas estrangeiras. O petróleo recua após o novo recorde de alta ontem, a US$ 145,29 o barril. Por aqui, a expectativa é que a moeda norte-americana tenha um volume reduzido de negócios.

Além do cenário externo conturbado, a pressão de alta registrada pelo dólar ante o real, nos últimos dias, teve influência do comportamento da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). O mercado nacional de ações vem acumulando perdas expressivas (cerca de 9% só este mês), que estão sendo acompanhadas por saídas volumosas de dinheiro de investidores estrangeiros. Em junho, a fuga desses investidores foi recorde, de R$ 7,415 bilhões.

Os especialistas em câmbio dizem que esse movimento está afetando o dólar, ajudando a evitar que as cotações sigam a rota de queda registrada há anos. Mas hoje, também a bolsa deve ser freada pelo feriado norte-americano, tanto em desempenho, quanto em volume.

Vale registrar que, apesar do feriado norte-americano e do sentimento de alívio que isso permite a parte do mercado, as bolsas européias registram perdas nesta manhã. A trajetória deixa claro que as preocupações com atividade, sistema financeiro e inflação continuam e que é necessário mais do que um dia de trégua nos EUA para que a cautela seja abandonada.

Leia mais sobre dólar

Leia tudo sobre: dolardólar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG