A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou no início da noite que dois consórcios disputarão o leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará. O consórcio Norte Energia será formado por nove empresas e o consórcio Belo Monte Energia, que será formado por seis empresas.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou no início da noite que dois consórcios disputarão o leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará. O consórcio Norte Energia será formado por nove empresas e o consórcio Belo Monte Energia, que será formado por seis empresas.

O primeiro consórcio, Norte Energia, terá participação da Chesf com 49,98%, e será composto ainda pela Construtora Queiroz Galvão (10,02%); Galvão Engenharia (3,75%); Mendes Júnior (3,75%); Serveng-Sivilsan (3,75%); J Malucelli Construtora (9,98%); Contern Construções (3,75%); Cetenco Engenharia (5%) e Gaia Energia e Participações (10,02%).

O segundo consórcio, Belo Monte Energia, é liderado pela Andrade Gutierrez, com 12,75%, e formado por Vale (12,75%); Neonergia (12,75%); Companhia Brasileira de Alumínio (12,75%); Furnas (24,5%); e Eletrosul (24,5%).

Essas empresas depositaram garantias no valor de R$ 190 milhões, que corresponde a 1% do investimento total da usina estimado em R$ 19 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.