GENEBRA - A Rodada Doha morreu de novo, agora pouco. A Índia e a China abandonaram a sala de negociação, segundo fontes. O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, conversa agora com alguns ministros, incluindo Celso Amorim, do Brasil.

Negociadores eram prudentes, porém, por uma razão: ontem a rodada morreu duas vezes e ressuscitou, depois de intervenções de última hora, principalmente do Brasil, União Européia e Austrália.

Os países deverão se reunir no Comitê de Negociações Comerciais (TNC, em inglês), o que poderia eventualmente ressuscitar o morto mais uma vez.

(Assis Moreira |Valor Econômico, especial para o Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.