Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Docas de SP recorre a ministro

A Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) solicitou que o ministro da Secretaria Especial dos Portos (SEP), Pedro Brito, interceda junto ao prefeito Gilberto Kassab (DEM) para que o rodízio de caminhões na cidade de São Paulo sofra mudanças para não prejudicar a logística do Porto de Santos. O diretor de Infra-estrutura e Serviços da Codesp, Paulino Moreira da Silva Vicente, disse que ainda não é possível fazer uma avaliação do impacto do rodízio no porto, mas que já pediu para que todos os envolvidos relatem os eventuais problemas.

Agência Estado |

Segundo o diretor executivo do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp), José dos Santos Martins, problemas devem ser sentidos em Cubatão, onde há estacionamento intermediário para o porto, pelo grande volume de caminhões que ficam retidos em São Paulo e saem juntos para a Baixada. O trânsito ficou complicado na madrugada de ontem nas Rodovias Anchieta e Cônego Domenico Rangoni, onde houve congestionamento de pelo menos 3 quilômetros.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG